Comi a esposa do meu amigo corno

Um amigo do trabalho, muito próximo, comentou comigo que teria coragem de deixar sua esposa transar com outro homem, naquele momento ele nao chegou à me convidar pra comer a mulher dele, mas deixou claro que gostaria. Um final de semana ele me convidou pra beber na casa dele. Ja era noite, bebemos várias cervejas, ele a sua esposa e eu. Por sinal ela era muito gostosa, uma loirinha com cara de safada que passou a noite toda se insinuando pra mim. Quando acabamos as bebidas ja era um pouco tarde e ele me pediu que dormisse la, que eu nao precisaria dirigir ja um pouco embreagado e poderia ficar à vontade. Sua esposa preparou o quarto de visitas pra mim. Eu estava com muito tesão, pq apesar de nao termos combinado nada, eu tinha certeza que naquela noite rolaria uma fantasia do casal que me incluiria. Eles foram para o quarto deles, e de fato eu pensei que ja estivessem dormindo.

Apesar de muito tesão, comecei pegar no sono, quando percebi a porta abrindo. Estava tudo escuro. Eu senti um cheiro delicioso do perfume dela tomando conta do quarto, ela fechou a porta e foi se aproximando da cama. Sem dizer uma palavra ela sentou-se na beira da cama e começou beijar meus pés. Foi subindo me beijando, ainda sem dizer uma palavra, tirou meu short e começou um belo boquete. Ela lambia cada pedaço da minha pica e dos meus ovos. Babava meu pau inteiro e se lambuzava toda. Ela estava completamente nua. Se colocou na posição de 69 e colocou sua buceta na minha cara. Ela havia usado algum produto nas partes intimas que era muito cheiroso e gostoso de chupar. Passei quase meia hora chupando a buceta e lambendo o cu dela.

Ela estava muito molhada que eu sentia na minha boca a buceta dela escorrendo de tesao. Sentou em cima do meu pau e comecou cavalgar. Depois pediu pra eu socar no cu dela. Era muito apertado e a vadia gemia muito gostoso. Enquanto isso o marido devia estar ouvindo do lado de fora e se masturbando. Ela me beijava loucamente enquanto susurrava no meu ouvido que queria ser minha amante puta, que seu marido queria que ela tivesse um comedor fixo. Peguei ela no Braço e comecei comer sua buceta em pé. Ela deu uma gozada e gritou alto. A coloquei de joelho e enchi a boca dela de porra. Ela bebeu tudo e ainda limpou meu pau melado. Ela deitou na cama e ficamos nos beijando. Eu me deitei de bruços e ela ficou massageando minhas costas. Ate que voltou a beijar meu corpo. Ela estava insaciável. Logo meu pau estava pronta pra outra foda. Dessa vez comi ela com força.

Bati na sua bunda enquanto estava de quarto que minha mão ficou marcada no rabão dela. Ela pediu pra ser tratada como uma puta, uma vagabunda. Ela empinou a bunda e enquanto eu metia forte nela pisava na cabeca dela e colocava meus dedos dos pés na boca dela e ela lambia cada dedo. Era a foda mais gostosa e a mulher maos safada que eu ja tinha visto. Ela adorava ser tratada ass, quanto mais eu a humilhava ela sentia mais tesao e ficava mais puta. Lambia meus dedos das mãos e pedia que cuspisse na boca dela. Ja estavamos completamente molhados de suor e eu esfregava meu pau lambuzado no rosto dela enquanto cuspia nela e ela lambia tudo. Gozei novamente no rosto dela e espalhei com minha pica. Ela ficou toda suja. Depois disso me deu um beijo de boa noite e foi pro quarto dela fuder com o marido que estava aguardando. Com poucos minutos eu conseguia ouvir os gemidos dela fudendo com meu amigo.