Traindo o namorado corno com o porteiro do condominio

Moro num condomínio e dei muito gostoso para o porteiro do meu condomínio..

Ele é um homem por volta de 30 anos, branquinho, cabelos negros, um ar de sério e gostoso. O uniforme dá um ar mais sexy pra ele, não sei explicar muito bem, mas desde o dia em que me mudei pra cá, achei esse homem um TESÃO. Moro em um condomínio enorme, muitas casas e 3 funcionários por turno. Já esse porteiro, além de ficar na portaria é estilo um faz tudo por aqui, qualquer problema que você tem em casa é só chamar.

Eu tenho um namorado que parece uma moça, inútil pra fazer qualquer coisa em casa, um dia tive um problema com a torneira da cozinha e tive que pedir uma ajuda para esse porteiro gostoso rs.

Ele foi o tempo todo bem solícito e educado comigo, não tirava os olhos do meu decote, eu sentia ele me comendo com os olhos e aquele olhar sacana me deixou toda arrepiada, senti um fogo percorrer pelo meu corpo e minha bucetinha ficar molhada.

Ele tem um olhar penetrante, de homem safado, sabe?

-Vou consertar sua torneira, e vai parar de pingar rapidinho!

Mal sabia ele que era outro lugar que tava pingando e precisando da ferramenta dele pra consertar…

Resolvi deixar ele mexendo nas coisas e fui na geladeira, peguei um suco de laranja pra ele….

Ele tomou, me deu um tesão ver aquele homem suado ali com aquela camisa apertada marcando aqueles braços enormes. Nem preciso dizer que fiquei louca de tesão, eu queria seduzir ele de qualquer jeito, fui lá dentro dizendo que ia tomar um banho, deixei até a porta aberta, não tava confiante que ele ia lá olhar mas tentei a sorte.

Fiquei nua, tomei um banho gostoso já crendo que ele não ia aparecer, mas de repente me deparo com ele na porta me olhando pela brechinha, com a mão no o pau e me olhando com ar de desejo, daquele jeito que já está te comendo com o olhar

Fiquei louca de tesão e com a mão chamei ele pra chegar mais pertinho. Ele já foi tirando a camisa, os sapatos, a calça, ficou só de cueca branca, bem sexy com aquele pauzão marcando e balançando.

Fiquei louca, que vontade que me deu de dar a bucetinha pra ele.

A safada acabou fodendo com o porteiro

Ele entrou, antes tirou a cueca, jogou em qualquer lugar e se aproximou de mim por trás, perguntando com voz sedutora se eu queria que ele esfregasse as minhas costas, eu respondi que queria ele esfregando outra coisa em mim e senti ele pegar no pau e passar pelo meu corpo, ele esfregou aquele pauzão gostoso na minha bunda, brincando, provocando e me deixando doidinha de tesão.

Senti sua boca percorrer meu pescoço, ombros, costas, ele se ajoelhou e começou a beijar e mordiscar minha bunda.

Eu empinei gostoso, ele abriu as bandinhas e meteu a língua bem de levinho no meu cuzinho.

Logo ele começou a lamber e chupar meu cuzinho, me deixando toda arrepiada, com um tesão enorme.

Eu rebolava na cara dele, o safado não tirava a língua do meu cu nem por um minuto.

Me deixou com muito tesão, toda arrepiada. Depois de um cunete gostoso ele me virou de frente pra ele, lambeu minha barriga, minhas coxas e me fez apoiar uma das pernas em seu ombro, pra ele lamber minha bucetinha todinha. Eu abri com as duas mãos pra ele e exibi meu grelinho durinho de tesão ali na cara dele.

Eu tava implorando pra ser chupada por aquela boca.

Ele sugava e lambia minha buceta de um jeito que perdi o controle, gemi alto, rebolei na boca dele, falei altas putarias gostosas enquanto ele me chupava, uma delícia.

Ele me pegou de jeito ali mesmo, me virou de costas na parede, puxando meus cabelos, e encaixou aquela pica na minha buceta. Foi uma meteção gostosa, fiquei gemendo na rola dele, querendo mais, rebolando e tomando tapa e puxão de cabelo, sendo tratada como a puta que sou. E QUE MEREÇO!

-Aiiii você fode tão gostoso sabia? que pica é essa deliciosa?

-É toda sua gostosa, delícia entrar nessa buceta apertada.

E assim a gente fudeu no chuveiro em tudo que é posição, fiquei de quatro pra ele apoiada com os braços no chão e dei meu cuzinho até ele deixar todo arrombado.

Nossa, delícia de macho bruto e com uma pegada que me deixa com a buceta melada só de lembrar.

A gente trepou uma meia hora, o que pareceu uma eternidade de tão gostoso, mas a gente não podia demorar porque alguém ia desconfiar, mas valeu muito a pena essa brincadeira safada. Agora to esperando outro cano arrebentar aqui para ele vir e arrebentar o meu 😉

Meu amigo e minha esposa safada

Bom o que vou relatar e verdade minha esposa e eu demos casados a 20 anos loira baixinha e gostosa .em nossas transas eu sempre botava o dedo no cuzinho e na buceta ela gozava rápido ficava louca então comecei a incentivar…

.mas ela não topava um dia bebemos além da conta e eu fingi que tinha ido dormir ela foi ao banheiro e vi que meu amigo vei ver se eu tava dormindo daí me fingi ela saiu do banheiro e deu uma olhada no quarto e foi pra sala assistir daí levantei bem de vagar pra ver tava ela no sofá da sala sentada e ele falando em seu ouvido não dava pra escutar mas ela abriu as pernas e ele acariciou a bucetinha dela ela botou a perna por cima da dele e se beijaram como se fossem namorados um acariciando o outro ela pegava no pau dele mas não tirava pra for daí ela se aceitou no sofá pegou um cobertor e ficou batendo punheta pra ele um tempão mais ela não quis chupar ele tentou por na boca dela mas ela ia te o umbigo e volta daí ele levantou e chupou a buceta dele com a calcinha de lado ela gemia baixinho e eu fiquei batendo uma só olhando daí ela pediu pra parar e ver se eu tava dormindo Cori pra cama ele deu uma olhada e voltou quando eu fui ver ele tava com o pai na boca dela chupando sem camisinha a safada lábia a cabeça bem devagar e batia punheta . Daí botou a camisinha e cavalgou um pouco ele tinha pau pequeno daí ela ficou de quatro e pediu pra tirar a camisinha ele tirou e vi que pela cara tinha posto no cu dela não deu 5minutos ele gozo ela foi pro banheiro correndo e quando saiu veio deitar eu levantei e fingi que não tinha visto nada …

bom esse foi meu conto ela não sabe que vi adoraria participar mas ela se fez de boa moça

Minha fantasia é vê meu amigo fudendo minha namorada

A uns meses atrás teve uma festa que nós foi, e cada um levou uma menina, aí nós veio embora, isso era 3:30 da manhã, fiquei sem poder entrar em casa, aí tive que dormir na casa dele, na mesma cama, que ele e a boy dele,

Ele falou que tava fudendo a boy dele do nosso lado e metendo a mão na buceta da minha boy, perguntei a ele se a boy dele tava vendo, ele falou que não, ai ele começou a falar que a minha boy tinha uma buceta bem gorda,

Bem grande, metia a mão com vontade. aí quando foi no outro dia ele falou isso pra mim, fiquei louco de tesão, cheguei em casa excitado e bati uma punheta pensando nisso…

Antes disso eu namorava com uma garota, aí teve um fim de semana, que marquei pra dormir na casa dela, ia levar esse amigo pra dormir lá também, aí ela marcou com uma amiga pra dormir lá também, colocamos o colchão no chão, dois colchão e deitamos, aí minha namorada saí do banheiro, com um baby dollzinho bem pequeno e enfiado, e passou por cima dele, eu fiquei só olhando pra ver se ele via,

Aí teve uma vez que nós tava trocando uma ideia pelo WhatsApp e perguntei a ele se ele tinha olhado pra ela naquele dia, ele falou que não, aí eu falei que era pra ter olhado pow,

Aí disse a ele que ela tinha me perguntado se ele tinha olhado, aí eu falei que sim, ela ficou toda excitada com isso, aí toda vez que eu levava ele lá na casa dela, ela dava um abraço nele, desses bem provocante…

Comi o cuzinho da minha sogra evangélica com a minha esposa ouvindo

Bom, tudo aconteceu há mais ou menos um mês. O banheiro da casa onde moro com minha esposa precisou passar por uma reforma e por isso fomos passar duas semanas na casa dos meus sogros. Sempre nos demos muito bem com eles, são muito prestativos e respeitam a nossa privacidade.

Eu sempre tive um tesão secreto pela minha sogra. Ela é baixinha e bem magra, corpo esbelto e bem conservado para a idade (tem 52 anos). Desde que a minha esposa comentou comigo que o pai dela tinha problemas de ereção e que a minha sogra já havia reclamado com ela que sentia falta de sexo eu comecei a fantasiar comer a minha sogra para satisfazê-la.

Nos mudamos no final de semana e na segunda-feira minha esposa saiu cedo para trabalhar. Eu estou desempregado no momento e por isso passo o dia todo em casa. Meu sogro também saiu para trabalhar cedo pois precisava bater ponto. Fiquei sozinho com a minha sogra em casa e decidi que iria atiçar ela um pouco.

Apesar da casa ser pequena ela sempre arruma coisa para fazer, sejam as roupas ou limpar algo ou ficar na cozinha. Levantei para tomar café e ela estava já na cozinha picando legumes para o almoço, mas a mesa estava colocada. Dissemos bom dia e começamos a bater papo sobre a reforma e sobre a procura de emprego. Ela estava com uma calça folgada e uma blusinha velha, nada atraente, mas eu já estava ficando com o pau duro olhando para aquela bundinha pequena balançando com o bater da faca na pia.

Depois do café fui até o meu quarto e tirei a cueca, fiquei só com um short bem curto e apertado que deixava clara a minha ereção. Como sou bastante avantajado (19 cm) não tinha como não notar. Voltei para a cozinha e comecei a tirar a mesa e levar as coisas para a pia. Quando me aproximei da minha sogra e ela olhou para mim seus olhos rapidamente foram atraídos para o meu “pacote”, mas eu percebi que ela tentou disfarçar e rapidinho levantou a cabeça. Perguntou se eu havia comido bem e eu disse que sim, e continuei trazendo as coisas para a pia e fui aos poucos me aproximando dela por trás, até começar a esbarrar meu caralho na sua bundinha. Ela não disse nada e continuou picando os legumes, então eu continuei tirando a mesa e trazendo os pratos e talheres para a pia e “esbarrando” o meu pau duro na bunda da minha sogrinha.
Continue lendo “Comi o cuzinho da minha sogra evangélica com a minha esposa ouvindo”

A primeira experiência com casal

Mim chamo (Thaysa )fictício tenho 24 anos sou morena de 1.63 sou magra Mais tenho um bumbum arrebitado pequeno e seios lindos pelo menos é o que sempre ouço.
Bom a três anos conheci um casal e nos tornamos amigos depois de 6 meses acabei perdendo o contato e exatamente 1 ano após o rapaz mim procurou no meu trabalho disse que precisava falar comigo,

E nisto ele disse que iria mim deixar em casa depois do expediente fiquei receosa pois era casado mais aceito a carona então ele abriu o jogo comigo disse que queria ficar comigo e isso mim deixou sem graça e ao mesmo tempo com um tesão.

Era uma mistura de adrenalina ele era casado.

Mas ao final da conversa ele disse que a esposa dele também mim queria e eu fiquei sem ação ela mim procurou no dia seguinte e falou o mesmo que ele então eu aceitei Mas pra não mim assusta ela disse que iria apenas filmar e tirar fotos fomos ao meu ap Onde tudo começou.

Acabei ficando com o rapaz sua esposa observando tudo no início meio constrangedor Mas logo fiquei a vontade deixando bem a mostra oq tava acontecendo ele tocava meu corpo como ninguém beijo quente e veril acaricia minha pepeca delicioso fazendo com que ficasse extremamente molhada enquanto sua esposa tirava fotos e dominava atuando como diretora de um filme erótico mandando em cada cena ordenou que ele abocanhasse minha pepeca,

E ele assim fez louco de desejo se tocando enquanto chupava o líquido de saia de minhas contrações ao delirar de tamanho desejo não mim contive e gozei em sua boca gritando de prazer logo logo ele calou com uma pica grossa e babando fazendo com que eu chupasse aquele mastro que mim deixava louca,

Acariciei a cabeça comovimentos delicados com a ponta da língua olhando para ele como uma cadela no cio não demorou pra ele começar a destilar jatos de porra em minha boca foi o único momento em que sua esposa participou ela limpou tudinho meu rosto meus seios e sua pica por completo logo coloca capa e ele mim deixa de quatro a sua frente e começa a estocar violentamente e sem muita demora começo a fazer tudo que ele pede arranha morde chupa ele amava marcas cada arranhão era um grito de prazer,

Enquanto isso sua doce esposa filmava nosso momento louco e alucinante fiquei louca de tesão com aqueles grito não aguentei joguei o na cama e comecei a quicar naquele mastro aproveitando para dar tapas e mais aranhões até que Jhé anuncia que iria gozar mais uma vez então ela tira a capa dele e se lambuza com seu gozo quente e sorrindo diz que realizou o desejo de tomar seu leite enquanto ele gozava com cheiro de pepeca de outra espero que tenham gostado…..

Vendado pela cliente

Trabalho como garoto de programa e não escondo isso de ninguém. Prefiro que saibam disso disso logo no começo para não virem falar gracinhas. Trabalho por conta própria e como mulheres de todos os tipos.

Pedidos diferentes e inusitados fazem parte do cotidiano. Coisas que você nem ousaria imaginar. Alguns eu topo, outros coloco restrições e alguns raros, mesmo por todo dinheiro no mundo, nego veementemente.

A maioria das minhas transas chegam através de clientes regulares que indicam para suas amigas. Solteiras, casadas, noivas, tem de tudo. Elas querem uma noite de sexo gostoso ou eventualmente carinho. Alguém que as coloque deitada no colo e fique por horas apenas acariciando seus cabelos.

Era segunda de noite, meu dia de folga. Estava malhando na academia quando recebo um telefonema de um número desconhecido. Geralmente não atendo meu telefone em dia de folga. Tenho um celular com dois chips e removo chip de “trabalho” nesse dia. Tinha me esquecido naquela segunda e meio que por intuição acabei atendendo.

Os primeiros minutos de ligação de uma nova cliente são sempre muito parecidos. Geralmente ela está constrangida e teve que tomar coragem para me ligar.

Em plena era de mensagens instantâneas tudo deveria ter ficado mais fácil. Mas não ficou, o que elas querem comigo é o oposto de me ter numa lista de contatos registrado em seu telefone que um futuro (ou atual) companheiro possa encontrar.

Continue lendo “Vendado pela cliente”

Brasil na Copa…

A abertura da copa com certeza foi inesquecível! Principalmente pra mim…

A cidade em festa, o povo em alegria, e muita gente na praça aonde o jogo ia ser televisionado. Imagine a cena, gringos, nativos, todos um só! Uma energia muito boa! Foi então q começou, a abertura com suas danças e apresentações, cada um foi para o sua mesa e a bebedeira foi geral, não pude deixar de notar, na mesa ao lado, uma loira, aproximadamente 28 anos, saia azul com estrelas, q com um corte lateral, mostrava as pernas torneadas, lindas e delicadas daquela moça de estatura baixa, aproximadamente uns 1,58m, mas com a barriga a mostra, malhada, camisa do Brasil estilizada, para mostar os seios (e que seios!!!), além da boca… Maravilhosa, linda, impecável.

Assim q o garçom serviu meu quarto Chopp não pude deixar de perceber q ela olhava para a minha mesa, ou seria pra mim? Antes q tivesse tempo de perceber, o garçom se baixou e falou bem perto de mim: – ei meu chapa, aquela mina ali não tira os olhos de vc, que tal passar lá depois? – com um tapinha nas costas e um sorriso, o garçom saiu antes q u pudesse falar algo. Acendi meu cigarro e voltei minha atenção para a mesa do lado, afinal, o jogo não tinha começado ainda e não queria vê-lo sozinho… Assim q nossos olhares se cruzaram, com uma leve mexida no cabelo, e um enorme sorisso, tive certeza q a hora certa de mudar de mesa era essa. Me levantei e fui até ela, com um sorriso no rosto e confiante em um sim, antes q pudesse falar algo, com um lindo sorriso ela se dirige a mim: – pode até sentar na mesa, mas cartão vermelho pro cigarro! – disse ela me mostrando pra sentar ao lado dela.

Continue lendo “Brasil na Copa…”

Deixei meu chefe esfregar na minha bunda e não aguentei

Meu nome é Camila tenho 23 anos e tudo aconteceu quando eu tinha acabado de completar 19 anos, sou branca, cabelos castanhos bem claros, quase louros, olhos castanho claro e um corpo muito bonito, pelo menos todos dizem. Eu na época era estagiária em uma empresa e o meu chefe chamava Marcos, era uma pessoa muito legal, inclusive foi ele quem me ensinou todo o serviço, ficamos muito amigos, pois ele tem uma filha um ano mais nova que eu e que mora com a mãe dela em outra cidade, pois ele tinha na época 34 anos e essa filha foi fruto de um namoro quando ele tinha uns 19 anos. No início era um relacionamento de colegas de empresa mas depois de um certo tempo fomos criando uma amizade muito bonita, até trocávamos DVDs e CD’s , acho que ele se apegou a mim por lembrar da filha, pois ela era até um pouco parecida comigo, principalmente na altura 1,70 mts.

Teve um dia, véspera de um feriado prolongado, eu tinha que protocolar alguns documentos no forum e estava chovendo muito e o Marcos que estava de saída falou que me levaria até lá. Fomos até o forum e na volta ele falou que iria no dia seguinte visitar a filha e que tinha comprado várias roupas para ela e que estava morrendo de saudades. Ao passar em frente da sua casa ele parou e disse que precisava pegar um talão de cheques lá dentro e falou para mim entrar pois não queria me deixar dentro do carro com as janelas fechadas por causa da chuva. Na hora fiquei com receio de entrar, mas ele falou tão calmo que acabei entrando com ele. Estava na sala aguardando quando ele me chamou até o quarto para mostrar as roupas que tinha comprado para a sua filha, e eu fui olhando e admirando, pois eram roupas muitos bonitas, tinha blusas, vestidos, algumas saias e até um biquíni, mas eu disse que algumas peças me pareciam pequenas e que poderia não servir nela. Ele ficou olhando e concordou comigo e ai me pediu se poderia experimentá-las, pois o meu manequim era praticamente idêntico ao dela…

Eu na hora falei que não, que não ficaria bem, pois estávamos apenas os dois ali e eu não usava algumas daquelas roupas… (Naquela época frequentava por exigência dos meus pais uma igreja evangélica e sá usava saias) … ele falou que não me olharia e que era apenas para experimentar e dizer qual serviu e qual ficou larga ou apertada… eu acabei cedendo e ele saiu do quarto e encostou a porta e ficou no corredor me perguntando se tinha ou não servido e eu ia experimentando as roupas, até que coloquei um shortinho que ficou bem apertado, entrando bastante no meu bumbum, fiquei me olhando num grande espelho que tinha na parede e naquela hora eu estava apenas com o short e de sutien… fiquei completamente vermelha ao me olhar, eu tava constrangida e ao mesmo tempo excitada em me ver daquele jeito.

Continue lendo “Deixei meu chefe esfregar na minha bunda e não aguentei”

Amiga da minha esposa

Ola meu nome ´Fabio ( Ficticio ), tenho 39 anos,loiro, olhos verdes Prof. de Ed. Fisica, sou casado com uma bela morena de 32 anos.A Bel ( Ficticio ) tem uma amiga Sandra que é um tesão de mulher casada, com Marcos e a amizade delas deu inicio com a das filhas na escola. Fomos convidados por um outro casal em comun para um aniversario em um Sitio em Itú – SP, este seria no domingo porem os mais chegados foram convidados a ir no sabado para uma noite de bebidas e churrasco.Estavamos em aproximadamente uns 10 casais e mais alguns amigos e amigas.O forró a cerveja e o churrasco comia solto, e amulherada de biquini na beira da piscina éra uma tentação principalmente a Sandra que tem um senhor rabão é uma delicia de mulher, e as vezes me olhava com um olhar malicioso e tentador.La pelas 2 horas da manha algunhas pessoas começaram a se recolher para dormir inclusive minha esposa, as minhas filhas ja dormiam a muito tempo, ficaram apenas 3 casais e mais uma senhorita e mais dois senhoritos,o Marcos marido da Sandra estava meio alto misturou tudo cachaça,cerveja, caipirinha, e foi dormir quase que carregado, a Sandra ficou sozinha, e eu começei a adimira-la mais explicitamente e ela tambem, a certa altura fui buscar uma cerveja e ela foi atras, na cozinha me perguntou se eu a achava sexy, disse que muito, e ela me perguntou se eu não estava mentindo disse que não, e ela disse que seu marido tinha perdido o tesão por ela e que á 3 meses não a procurava e que estava carente, falei para ela que poderia resolver este problema e éla dando uma de ingênua perguntou como, falei que a hora que todos fossem dormir inclusive nós( iamos só fingir ), iriamos nos encontrar em um local do sitio bem escondidinho, ela topou. Me certifiquei que a Bel estava mesmo dormindo, e estava mesmo pois quando bebe apaga.Me encontrei com a Sandra em um local bem reservado éla disse que todos estavam dormindo e que seu marido tinha desmaiado.Não resisti a beijei gostoso, dando leves mordidinhas em seu pescoço e nuca arrancando suspiros dela, ela não controlando o tesão e o medo pediu para eu colocar logo, dizendo enfia este pinto na minha buçeta meu macho gostoso, a aclmei beijando-a e chupando seus peitos e descendo até sua buçetinha ensopada dei varias chupadas e mordidinhas em seu grelinho, ela gozou gostoso e quase gritou, mas se controlou e ao se recuperar me chupou gostoso, não aguentando o tesão e com medo tambem, a coloquei de costas e a penetrei forte e metia gostoso ora bem forte ora bem fraco, até que não aquentando mais ela gozou e em seguida eu tambem, foi tanta porra que vazou muito da sua buçeta.Fomos dormir e no outro dia fingiamos que nada tinha acontecido, mas o tesão é grande por ela e espero a proxima oportunidade para de novo come-la gostoso.

Sexo no banheiro da boate

Bom, certa vez marquei de ir a uma boate com umas amigas, que por sinal estavam bastante animadas. Chegando lá, percebemos que a boate estava muito lotada, mas assim não desistimos de entrar. E quando entramos avistamos bastante gente bonita e gostosa, dançando, além do sorriso no rosto com um corpo de bebida alcoólica, que começava a deixar todos animados e quase fora de si. Eu e minhas amigas pedimos imediatamente um bom Whisky, na medida que íamos bebendo e conversando, começávamos a nos soltar ao som da música que tomava conta do nosso corpo naquele momento. Depois de muita conversa com as amigas, eu avistei um homem com um corpo escultural, lindo e muito gostoso, eu dei logo inicio a uma certa troca de olhares com ele, fiz ele perceber que eu poderia oferecer algo à ele naquela noite. Quando acabei me distraindo, despercebidamente ele se aproximou de mim, nos conhecemos rapidamente, dai então ele começa a beijar meu pescoço, e eu começando a ficar louca com aqueles beijos arrepiantes. Em seguida, sem avisar as minhas amigas, eu puxo a mão dele e vou em direção ao banheiro da boate, entro no banheiro com ele, numa cabine pequena e apertada, começo a beijar a boca dele loucamente, puxando os cabelos dele, depois ele me pega de jeito e começa a apertar meus seios, e vai descendo a mão alisando a minha barriga, eu levanto meu vestido, e mostro minha bct pra ele, ele coloca dois dedos dele pra eu chupar e em seguida ele enfia dentro da minha bctinha, eu começo a gemer abafadamente, bem gostoso.

Continue lendo “Sexo no banheiro da boate”