Esposa liberou o cuzinho

Meu nome é Tales sou casado há cerca de 9 anos, mesmo após todos esses nove anos casado tenho muito tesão na minha esposa, sempre tivemos noites de prazer muito gostosos, um sexo delicioso e algumas vezes em lugares diferentes, em trilha de cachoeira, estacionamento de shopping, praia, rua, casa de amigos e outros locais, sempre rola aquela punheta gostosa, ela sempre me surpreende com uma punheta inesperada, quando vou dormir, naquele mar/lagoa com águas paradas, quando chego do trabalho cansado e deito no sofá, quando estou acordando, e até mesmo quando estou dirigindo em lugares pouco movimentados rola uma punheta e as vezes aquele boquete que até perco a noção da direção, e que boca maravilhosa tem…

Minha esposa é baixa, tem peitos bem grandes e rosinhas, uma bunda maravilhosa que sempre que possível eu tiro fotos ou peço para ela tirar e mandar pois eu faço um “book” sempre que posso dou aquela olhada que já me deixa com tesão….

Apesar dessa vida sexual bem interessante sempre tive uma vontade que ela não me proporcionou: Sexo Anal. Eu sempre cobicei o cuzinho dela, já coloquei um dedo, dois dedos, até o terceiro dedo cheguei a colocar um pouquinho, mas as poucas vezes que tentamos colocar meu pau ela reclamava que doía muito, logicamente eu a respeitei e não finalizamos. Mas essa vontade nunca sumiu.

Um belo dia mais uma transa nossa eu sempre explorando sua bunda maravilhosa, chupando seus peitos e acariciando seus grelo e seu cuzinho ao mesmo tempo, eu sentia seu cu piscando e o grelo inchado, estava uma delícia, ela adora ser comida de quatro, quando eu coloquei ela de quatro, já com sua buceta pronta para sem penetrada eu continuei acariciando seu cuzinho e ela gemia gostoso e ela sempre deixava eu colocar os dedos, ela muitas vezes pedia pelos dedinhos, nesse dia ela gemia cada vez mais, foi nessa que descobri um produto muito bom, um gel e anestésico que salvo nossa noite, coloquei apenas um pouquinho do dedo e fui lambuzando e colocando o dedo para ver sua reação.

Ela gemia e eu fui colocando outro dedo, como eu não coloquei muito gel ela sentia a dor do tesão e o alivio do anestésico, eu coloquei 3 dedos e ela gemendo de tesão, foi aí que eu coloquei a cabeça do meu pau na entrada do seu cuzinho como eu já tinha feito outras vezes sem sucesso, deixei que ela controlasse a situação para se sentir mais confortável, ela foi sentando com medo dizendo que estava doendo um pouquinho, quando ela foi perceber já tinha engolido meu pau inteiro com aquela delicia de cu, ela surpresa por não estar doendo e também sentindo muito tesão ao perceber que eu estava no extremo da excitação, ela sentava cada vez mais, rebolava gostoso, sentava, gemia, enquanto ela sentava no meu pau eu também acariciava o seu grelo que já estava inchado, eu segurava na sua cintura e ela sentava gostoso no meu pau que estava prestes a jorrar leite dentro dela, até que ela disse que iria gozar e começou a sentar mais forte, bem forte, bombando muito e eu não aguentava de tanto tesão, ela gozou muito forte e eu também, foi tão intenso que cada um caiu para um lado da cama, meu pau latejando e seu cuzinho piscando e sua boceta toda molhada que até escorria.

Agora estamos planejando melhorar isso com outras “ferramentas”, foi uma das melhores transas que já tivemos juntos, espero que tenham outras para eu contar