Fetiche louco com minha namorada

Tenho 27 anos, sou de altura media para baixa, cabelos e olhos castanhos, nem gordo nem magro, enfim um cara bem normal eu diria rs. Uma característica que me diferencia dos outros caras é ser completamente tarado, a qualquer hora e em qualquer lugar. Se tratando de homens isso é normal mas eu com certeza sou acima da média.
Gosto de fazer qualquer putaria e dos jeitos mais loucos possíveis e em qualquer lugar, quanto mais safada a brincadeira melhor.

Também sou viciado em pornografia em forma de contos, vídeos, fotos, historias e qualquer coisa que envolva sexo. Isso talvez tenha me levado a procurar um pouco de tudo em matéria de sacanagem e por incrível que parece”quase” tudo me agrada, ou seja, minha cabeça é bem aberta.

Todos os meus contos são reais e caso não for vou deixar bem claro que é fruto da minha mente insana. Espero que goste e você sempre vai encontrar essa especie de cabeçalho em meus contos pra que possa incentivar sua imaginação e pra que fique mais claro que é tudo real de fato.

Apesar de citar que adoro sacanagem eu namoro com uma garota a 5 anos e pra ser sincero em matéria de putaria real eu sou bem inexperiente, pois quase toda a minha vida em que tinha um pouco mais de poder para realizar meus desejos sexuais eu estava namorando. Porém minha namorada que no começo era bem fechada a tudo se tratando de sexo foi cada mais ficando como eu devido aos meus pedidos e longas conversas que tivemos durante todo esse tempo.

Hoje eu diria que confiamos quase 100% um no outro. E claro com tempo as sacanagens mais legais foram surgindo.

Alias, se você esta junto com alguém a muito tempo sabe que da pra chegar em um nível muito gosto se ambos tem confiança.

Eu tenho algumas outras aventuras que não envolvem ela mas esse conto em especifico é sobre o meu fetiche preferido que foi realizado com ela.

Eu gosto muito de tudo em buceta, seu cheiro, gosto, textura, xixi…e por ai vai…da pra fazer uma lista enorme. E ela tem que estar ao natural, com seu cheiro forte e com tudo que tem direito rs. Eu também gosto de ver mulheres bem apertadas, quase não segurando mais e fazendo xixi, ou até mesmo fazendo publico, o que deixa tudo mais legal.

Mas o que me deixa mais exitado ainda e pensar que a mulher esta gostando disso, de fazer xixi, de estar apertado demais, de não estar se aguentando, de deixar sua buceta com o cheiro bem forte e por ai vai. É meio que louco, mas o meu tesão em tudo isso é de pensar que a mulher esta gostando de toda a brincadeira.

Eu gostaria de contar como foi a primeira a primeira experiencia com xixi entre eu e minha namorada, mas não me lembro ao certo pois tudo foi acontecendo as poucos e cada vez íamos mais longe. Eu lembro que uma vez enquanto começávamos a fazer sexo, ela disse que precisava ir ai banheiro e eu disse pra ela não ir pois gostaria que ela ficasse com vontade, ao mesmo tempo ela disse que realmente era gostoso fazer com vontade então tudo começou a dar certo.

Falamos sobre o assunto e ele começou a se tornar picando, pois toda vez q ela falava que estava apertada meu pau estremecia. Nesse mesmo dia que citei acima continuamos o sexo e depois de terminar ela foi ao banheiro.

E isso começou a despertar nosso desejo, falamos mais algumas sobre como era legal fazer com ela apertada e não demorou a surgir uma outra oportunidade. Desta vez quando começamos e ela disse que estava apertada, eu disse a ela para fazer ali mesmo, que no caso era minha cama. A principio ela se assustou bastante pois estávamos no meu quarto onde moro com meus pais e iria molhar toda a cama de xixi, e com certeza eu não teria como explicar isso a minha mãe posteriormente.

Depois do meu pedido ela disse: não mor, vai molhar toda a cama!.
Respondi: Faz só um pouquinho, só umas gotinhas pra mim por favor.
Ela: Não da mor, se começar eu não vou conseguir parar mais.

Isso me exitou ainda mais (até hoje o fato de ela não conseguir parar depois de começar me deixa maluquinho), e ai foi que perdi totalmente a sanidade pois me deu mais vontade de ver tudo acontecendo. E eu incentivei mais ainda a molhar tudo e ela tentou fazer, mas com toda aquela excitação se você é mulher sabe que não é fácil, além de tudo, se ficar mexendo segundo ela, fica ainda mais difícil.

Estávamos em posição papai e mamãe, meu pau na portinha da buceta dela e ela tentando de toda forma mijar nele. Enquanto isso ela falava sacanagens do tipo “quer meu xixi no seu pau quer?” e eu de tão exitado não conseguia nem responder.

O fato de ela estar tentando me deixava muito louco! Ela fazia aquela carinha de safada, e ao mesmo tempo uma cara de desespero e vontade de fazer.

Ela pediu pra eu me afastar um pouco mais para que nada encostasse na buceta dela pra ver se dava certo, porém eu tive outra ideia, abaixe e fui com a boca até sua buceta, ela de umas contorcidas e disse em seguida “ta louco, desse jeito vou acabar fazendo na sua cara”…eu adorei a ideia na hora, porém fiquei com vergonha de dizer e ela me achar esquisito demais. Imagine só, eu ja de certa forma tinha pedido uma coisa bem diferente, e ela aceitou, se eu falasse ainda no meu rosto ou boca ela ia me achar louco! Mas sim, pode me julgar se quiser, mas como disse adoro putaria, e adorei a ideia.

Eu ja tinha visto diversos filmes de xixi e isso acontecia com frequência nos filmes…mas ela não sabia, e como disse, fiquei com vergonha de dizer que gostaria.

Não sei se é coisa da minha cabeça, mas quando ela esta apertada o cheiro de sua bucetinha fica diferente, fica mais forte mas não parece ser o cheiro de xixi…enfim diferente, e um diferente que eu adoro.

Não precisei explicar nada a minha mãe pois não deu certo, mas isso só aumentou nosso desejo para uma próxima vez. Nesse dia apenas fizemos nosso sexo delicioso como de costume e eu gozei demais.

Porém no dia seguinte, acordamos e temos até hoje o costume de irmos escovar os dentes juntos aos fins de semana pois durante a semana quando dormimos juntos, ela sai mais cedo que eu para trabalhar.

Ao chegar no banheiro nada de diferente, escovamos o dentes e tals, mas em minha cabeça ainda rolava toda a cena do dia passado. Inconscientemente meu pau ficou duro e ela percebeu…ela me olhou com um sorrizinho e disse “pq sera que esta assim agora em? esta esperando eu fazer alguma coisa?” eu respondi com outro sorriso e continue minha escovação.

Terminamos e o normal era sempre eu sair do banheiro, ela fazer o xixi dela tranquilamente, em seguida sair, eu entrar e fazer o meu…porém dessa vez ela fechou a porta antes de eu sair, abaixou o pijaminha e a calcinha juntos e sentou na privada, abriu um pouco as pernas e me olhou.

Nossa eu quase gozei instantaneamente só de pensar que aquilo estava acontecendo. Ela ficou ali alguns minutos e começou a ficar sem grassa e pode ser estranho novamente, mas ela sem graça com isso me exita mais ainda rsrs.

Ela disse que não ia conseguir comigo olhando pra ela, então eu abaixei bem próximo a sua buceta e um pouco a frente da privada e desta forma não ficava olhando pra cara dela e ela não via meu rosto.

Isso ajudou pois em seguida veio os primeiros pinguinhos, em seguida uma pequena pausa e logo um jato maravilhoso seguido de um suspiro de alivio dela que estava bem ofegante pela excitação e força que estava fazendo.

Não resisti e meti a mão em baixo pra sentir aquele mijo que saia da sua buceta linda, e ela se assustou e tentou tirar minha mão, mas no meio desses movimentos bruscos acabou mirando em minha direção e me acertou com um pouco do seu xixi quente. Em seguida de me acertar ja voltou a compostura que estava e desistiu de tirar minha mão e terminou de aliviar todo aquele xixi gostoso que estava guardado ali pra mim em minha mãe que estava logo abaixo de sua bucetinha. O cheiro era forte pois era seu primeiro xixi do dia, nem preciso dizer que isso deixou tudo ainda mais legal rs.

Quando terminou nós nos entreolhamos e demos um beijo demorado e bem safado, ela durante o beijo meteu a mão no meu pau e eu por estar com a mão cheia de xixi fiquei sem graça de pegar em qualquer parte de seu corpo…apenas peguei em seu rosto com a mãe que estava seca e curti aquele momento. Durante o beijo ela me punhetava bem devagar e isso fazia meu corpo todo pulsar de tesão.

Ao termino do beijo eu me levantei e quando ela estava começando a pegar o papel para se enxugar eu interrompi e disse…“deixa eu te ajudar mor”. Ela toda sem graça falou “mor ta bom vai ja”. Eu tomei o papel de sua mão abri sua perna com certa brutalidade, e passei o papel na bucetinha gostosa e molhada de xixi, dei mais algumas passadas e joguei o papel fora…a cada passada ela fazia uma carinha linda e safada ao mesmo tempo.

Eu disse “pronto”…a chata me olhou com carinha de brava e ainda pegou mais papel pra fazer do jeito dela…eu estava sem camisa, então o pouco q ela acertou de xixi em mim eu lavei ali na pia mesmo com água.

Demos rizada eu sai com o pau duro do banheiro tentando desfaçar pra ninguém ver. Voltamos ao quarto e transamos loucamente…durante o sexo ela dizia “Gostou do meu xixi seu safado, vou mijar em vc sempre que eu quiser”…ai ai ai, ela sabe como acabar comigo…rsrs

Eu disse que não me lembrava ao certo da primeira vez e realmente não me lembro…toda essa discrição foi baseada em flashs que eu tenho na cabeça e um pouco de “licença poética” rsrs… Acredito que essa tenha sido a primeiro vez…as falas dela são as que usamos até hoje e essas sim eu nunca esqueço.