Meu primo tesudo

Olá, meu nome é Julha, tenho 20 anos, e tô aqui para contar sobre meu primo, aah que primo. Sou morena , olhos verdes, corpo violão, sou muito cobiçada, mas quem eu quero, nem se quer olha pra mim, vou contar sobre ele, meu primo, moreno , alto, lindo, cabelos pretos lisos, parece até uma galã e se chamava Heitor. Esses dias estava na casa da minha tia e estava só nós dois, ele tomando banho, de repente ele saiu de toalha, sentia meus pelos se arrepiarem só com o seu olhar, mas ele nem me dava bola então certo dia, comecei a ‘’seduzi-lo’’ pra valer, então ele começou a despertar interesse em mim. Andava na frente dele sempre com saias curtinhas, as vezes fazia algo cair no chão, pra eu poder ficar naquela posição, e ele olha meu corpo que estava a explodir de tesão só de pensar aquele gostoso me agarrando por trás, ui.

Em um dia qualquer os pais do Heitor foram viajar, e pediram pra eu ficar com ele, então nem pensei duas vezes e disse sim, somos parentes de terceiro grau, então uma ‘’fodinha’’ louca pelo menos para sentir aquele pau dentro de mim não seria mal né?

Ficamos eu e Heitor sozinhos em casa e foi a partir deste dia que aquele jogo de sedução começou. Devido ao calor, fui tomar um banho para refrescar. Fiz questão de deixar um pouquinho da porta aberta para que ele pudesse me espiar. Ver aquele homem atiçado era uma das coisas que eu mais desejava. Então quando estava tomando banho, passava a mão pelo meu corpo imaginando aquelas mãos do Heitor, passeando pelas minhas curvas, tocando em cada parte, aquilo me deixava muito excitada. Era uma delícia, aquilo mexia comigo. Sentia minha buceta molhada, mesmo estando encharcada do banho. Ela pulsava clamando por carícias.Não estava agüentando de tanto tesão, queria muito sentir aquele homem me dando prazer aaah. Foi quando me sentei ao chão com as pernas abertas e me direcionei para a porta do banheiro. Chamei por Heitor com uma voz sexy e com um carinha de safada. Não demorou muito para que ele percebesse que eu já sabia da sua presença ali. Então afastou a porta abrindo ela e entrou no banheiro. Heitor estava sem camisa e usava uma bermuda jeans. Quando ele me olhou percebeu o que eu mais queria no momento, então ele sorriu para mim. Ah aquele sorriso excitante, me deixava louca , Ao me deparar com seu volume enorme em sua bermuda me deixava mais excitada foi naquele momento que ele me olho com olhos quase me comendo e disse ;

– Nossa prima , tu é uma puta ! ta doida pra mim comer essa buceta NE ?

Eu sem dizer nada , olhei pra ele , abri mais minhas pernas deixando a mostra meu grelo que já estava mais que saliente mordi meus lábios lentamente é falei :

– Preciso responder ?

Foi ai que o Heitor , já foi abrindo sua bermuda tirando aquele pau que já estava quase rasgando sua cueca , e veio em minha direção parecia que ele tava tomado de desejos , ele foi me puxando pelos cabelos me tirando do box adorei aquilo , ele começou a gritar : Quer pau sua puta de merda quer ? fala quer fala que vou ti dar , pegou o pau dele , e começou a bater com ele na minha cara esfregando suas bolas em meu rosto , eu fiquei meia sem jeito pois não esperava isso dele , logo aquele cara que nem me dava confiança cheio de tesão nem acreditava foi ficando de joelhos no chão para que eu possa mama ele bem gostoso , ele me

olhava e dizia quer pau safada me mama sua puta , sem negar era o que eu mais queria aquela rola cheia de veias grossa não muito grande mais com a cabeça rosadinha , foi passando a língua lentamente ate o final de seu kct , depois comecei a mama ele , bem gostoso engolindo tudo quase , fazendo um vai e vem com minha boca bem gostoso , e assim ele gemia puxando meus cabelos , que chegou enrolar em suas mão nossa que pau gostoso era daquele homem , foi em suas bolas chupava uma depois a outra , ate que ele mando eu para , foi me empurrando ate a pia do banheiro me colocando de costa já meu rosto encostado no espelho ele encaixo seu pau na entrada da minha buceta que já estava mais do que molhada parecia uma cachoeira meteu a cabecinha nossa que tesão foi aquilo depois começo a me fuder de vagar pra entra tudo quando ele se acomodo dentro de mim nossa me fudia como louco , batendo com meu rosto no espelho , meio que ele se curvou abaixando para meter os seus dedos entre minhas pernas , e toca uma bela siririca pra mim quando ele começo a brinca com meu grelinho que pulsava com aquilo tudo , foi sentindo minhas pernas ficarem meia tremulas e aquele formigamento foi gemendo mais alto mais alto ate que gozei feito uma puta nossa que dlç foi sentindo meu corpo amolecer ele não parava de me fuder foi chegando ate meus ouvidos e disse :

– Cansada minha putinha ?

Sem me deixa responder foi me virando de frente e assim me pegando no colo , e caminhando ate a parede onde me imprensou abriu bem minhas pernas e foi me fudendo em quanto mamava meu peito começou a me chupa ele bem goste , eu gemia feito louca , ele me mamava como nunca ate que passou a mão em minha nuca e levou minha boca ate a sua e me beijo como nunca ninguém avia me beijado antes foi me beijando mordendo meu lábio inferior e puxando lentamente ate que ele foi metendo com mais força foi sentindo um pouco de dor ate que ele me tirou de seu colo , me colocando no chão assim começou a goza sobre meu corpo me deixando cheia de porra no meu rosto nos meus peitos , nossa que foda maluca , ele me olhava com olhar safado nossa que dlç ate que me ajudou a levantar nos tomamos banho juntos coisa mais gostosa depois desse dia , nos fudemos muito .