Sexo a três com marida da amiga e meu marido

Olá, me chamo Amanda, 24 anos, sou morena, aquele tipo de magrinha bem gostosinha, cinturinha fina, bunda empinada redondinha, peito médios durinhos e redondinhos e uma bucetinha linda, raspadinha e apertadinha, enfim, uma delicinha, e adoro uma rola.

A historia que vou contar aconteceu a um tempo, tinha 22 anos, na época era casada com um cara que nunca me deixou na mão na cama, mas como sou louca por uma rola, não resisto a dar pra outros.

Bom, trabalho com roupas, e na época meu ateliê era nos fundos da loja do Meu marido, minha amiga a Patrícia trabalhava comigo e seu marido estava quase sempre lá ajudando a gente. Seu marido era o Breno, um cara daqueles tipos cafajestes, confesso que adorava e já tinha quase dado pra ele uma vez quando Eu e meu marido tínhamos terminado por um tempo e ficou aquele gostinho de quero mais.

Algumas vezes a Patrícia saia e acabava deixando eu e Breno sozinhos por alguns minutos e ele aproveitava, soltando piadinhas, fazendo elogios essas coisas, sempre via o volume nos shorts mas não ligava, apesar de ser uma putinha louca por rola, não queria correr o risco de alguém nos pegar no flagra, pois meu marido estava trabalhando um cômodo a frente da gente.

Certo dia Patrícia saiu e iria demorar, confesso que pensei besteira por um breve momento, mas me recompus, meu marido estava ali em frente, não devo fazer bobagens, quando olhei pro Breno ele tava com uma cara de safado olhando pra mim, involuntariamente minha bucetinha ficou molhada, imaginei ele me fodendo com meu marido bem ali pertinho, mas me controlei. Então Patrícia saiu e Breno a acompanhou, minutos depois ele voltou, ficamos a sós por uns 2 minutos, tempo pra ele ficar com suas “brincadeirinhas” minha buceta já estava molhada, ja estava pensando um monte de besteiras, mas meu marido estava ali perto não podia fazer nada.

Até que meu marido veio até nós, deve ter desconfiado de algo rs, sentou ali numa cadeira do meu lado, enquanto Breno atrás dele continuava me encarando com cara de safado, ficou nessa troca de olhares por um tempo, até que meu marido me chama na hora me assustei, pensei que ele tinha percebido algo. Moramos em cima do trabalho, ele me levou até a escada e começou a falar:

-Eu percebi essa troca de olhares sua com o Breno.

Na hora me assustei pensei que ele ia brigar. Mas aí veio minha surpresa, e era tudo que tava querendo aquele momento.

-Quer dar pra nós dois? ele perguntou.

Na hora tive um choque, mas minha buceta ja tava melada, tava querendo pica, duas então… Aceitei a proposta e perguntei:

-Como vamos fazer?

Ele me levou pra casa, me beijou de um forma bem safada, tirou meu vestidinho e minha calcinha minúscula me deixando peladinha, me sentou no sofá e deu uma chupada na minha buceta, que ja tava piscando, querendo rola, fiquei louca, um tesão que nunca tinha sentido, ele parou e falou:

-Agora espera um pouco.

Uma dp bem safadinha com o marido da amiga e meu marido

Com um sorrisinho safado estampado na cara e desceu. Enquanto ele não voltava fiquei me masturbando, já tava louca aquele momento, até que escuto passos na escada, não parei de tocar minha buceta, pensei que era meu marido, quando percebi era o Breno, com uma cara de surpresa e felicidade ao mesmo tempo, esbouçou falar algo, mas mandei ele se calar e vir até mim, logo ele veio, já tava subindo pelas paredes, fui logo pegando aquele pau, devia ter uns 22cm e grosso, enquanto esfregava minha buceta, logo Breno estava com o pau duro feito rocha, sei que era isso que ele queria a tempos, coloquei aquela rola pra fora do short e abocanhei com vontade, mau cabia na minha boca mas mamei com vontade.

Quando abri o olho meu marido já estava com o pau pertinho da minha cara, o tesão era tanto que nem percebi ele chegando, quando vi essa cena, duas picas na minha frente, aí que fiquei louca mesmo, abocanhei a rola do meu marido também, que era uma delicia um pouco menor que a do Breno, uns 19cm mas grossa do mesmo jeito. Fiquei me sentindo uma atriz pornô rs, tava adorando aquilo, fiquei alternando a mamada, enquanto chupava um, punhetava o outro, e batia com as duas rolas na minha cara, tava me divertindo, quando meu marido me coloca de quatro no sofá, e ajeita a rola na portinha da minha xota, que a essa altura ja estava totalmente molhada.

Ele forçou um pouco, no começo foi apertada, mas entrou fácil, por estar bem molhadinha, ele meteu tudo, senti a pica la no fundo da minha bucetinha, ele começou a socar forte enquanto me chamava de puta e eu retribuía dizendo:

-Vai fode tua putinha, soca nessa buceta vai!!

Isso deixava ele mais louco, metia com mais vontade ainda, enquanto isso tava com a rola do Breno na boca, mamando muito, soltava uns gemidinhos abafado pela rola na boca, as vezes parava de chupar pra gemer mais, mas logo começava mamar de novo, até que senti as pernas tremer, a minha bucetinha começou a contrair e apertar o pau dele, e eu gozei muuuuito gostoso com uma pica na xota e outra na boca.

Até que meu marido tirou o pau da minha buceta que ficou toda meladinha ainda, então me deitei no sofá com as pernas bem abertas, pq agora ia ter a pica que tanto queria, meu marido veio pro meu lado, logo abocanhei a rola dele, ainda com o gostinho da minha xota, e comecei a chupar, chupava com vontade. Então Breno ficou entre minhas pernas, fiz questão de ficar mais aberta possível pra receber aquele pauzão, até que ele meteu, entrou fácil, meu maridinho deixou a passagem perfeita pra pica do Breno, toda meladinha e arrobadinha.

Então ele começo a bombar forte, fazendo aquele barulho da pelve batendo na minha buceta, aquela rola preenchia minha buceta toda, sentia la no fundo, até parei de mamar a rola do meu marido pra gemer alto recebendo aquelas bombadas deliciosas do Breno, ele parecia estar com vontade de me foder a tempos, a cada socada mais minha buceta molhava, voltei a chupar meu marido quando senti que ia gozar de novo, então gozei, dessa vez mais forte, gemendo alto, com o Breno me chamando de puta, com a rola até o talo na minha buceta, já tava tremendo de tanto pirocada, aí veio a parte mais gostosa, Breno tirou o pau todo melado do meu gozo da minha buceta, meu marido sentou no sofá e me puxou pra cima dele, logo fui bem obediente, sentei e ajeitei o pau dele na portinha na minha buceta.

Deslizei até embaixo, sentindo aquela rola gostosa preencher minha buceta mais uma vez, rebolei um pouco, então meu marido pega minha bunda e abre meu cuzinho, que já estava pedindo rola também, olhei pra trás com cara de putinha pidona pro Breno, logo ele entendeu o recado, se ajeitou atrás de mim, lubrificou meu cuzinho com saliva, o pau dele já tava todo melado da minha xota ainda, então ele ajeitou aquela rola na portinha do meu cú, e forçou, foi difícil pra entrar tava apertadinho, quando passou a cabeça rebolei um pouco pra ajudar a entrar.

Tava doendo um pouco, mas tava uma delicia, sentir duas rolas ao mesmo tempo, até que ele forçou mais um pouco e a pica entrou toda, delirei essa hora, meu cuzinho foi se acostumando com aquela rolona e Breno começou a socar com mais velocidade, enquanto eu rebolava na piroca do meu marido, Breno meteu com mais força, tava gemendo feito louca, adorando sentir aqueles dois paus, Até imaginei mais uma rola pra mim chupar aquele momento rsrs. Ele continuo bombando forte:

-Toma sua puta, gosta de rola nesse cu né sua safada? Breno falou.

-Sim, mete, adoro uma pica no meu cuzinho, fode com força, vai. Respondi.

Enquanto meu marido metia na minha xota, chupando meus peitos, dava tapinha na minha cara e me chamava de puta.

-Era isso que Minha putinha queria né?! vai safada se acaba.

Até que senti minha buceta apertar a rola do meu marido, comecei a gemer mais alto:

Vai fode com força, vou gozar.

Breno bombou mais forte ainda, e eu gozei feito louca de novo, sentindo duas rolas rebolei um pouco, Breno tirou a rola, eu sai de cima do meu marido e sentei no sofá, os dois ficaram em pé na minha frente, peguei as duas picas com vontade, e comecei alterna, mamava um e punhetava o outro, até que os dois começaram a ficar mais ofegantes, começaram a bater uma punheta e gozaram litros na minha cara, nos seios, engoli o que pude, fiquei toda cheia de porra, bateram com as rolas na minha cara, eu chupei os dois mais um pouco e cai no sofá, totalmente fodida, com as pernas bambas, toda arrombadinha e cheia de porra, meu marido sentou do meu lado, Breno se vestiu e saiu, sua mulher estava perto de chegar.

-Gostou amor? meu marido perguntou.

-Amei, vamos repetir mais vezes? Eu respondi.

-Vamos sim, minha putinha…

Bom esse foi o conto espero que tenham gostado. Eu adorei a situação, agora vou me “aliviar” um pouco, fiquei toda meladinha escrevendo e lembrando disso rsrs…