Comi minha vizinha novinha

Comi a minha vizinha novinha comprometida

Olha eu aqui de novo! Me chamo Anderson, hoje tenho 25 anos, sou moreno, magro, 1,70 de altura, 60 kg, não sou nenhum galã, mas tenho uma pegada muito firme e uma conversa boa! é o quarto conto que escrevo (tenho vários, caso gostem) peço desculpas qualquer coisa…

Isso faz uns 7 anos já… desde pequeno eu tinha uma vizinha chamada juliana, uma loirinha magrinha, olhos verdes, cabelo lisinho, peitos e bunda pequena… dava pra ver as veias dos peitinhos dela rsrs coisa mais linda. Quando era adolescente era louco por ela. Eu conhecia os irmãos dela, a gente jogava bola na rua direto. Mas eu nem conseguia fala que gostava dela e tal apesar de todo mundo perceber…

O tempo passou eu já estava terminando o ensino médio… como ainda erámos vizinhos eu a levava de moto pra escola (fazia pouco tempo). Ela já namorava um carinha que eu não gostava, então nem tentava nada. Só que um dia vi o namorado dela dando papo pra outras gurias na frente da escola, eu nada burro falei tudo pra ela e mostrei as gurias.

Ela ficou muito puta e eu claro me ofereci pra dar o troco, no começo ela ficou meio com o pé atrás, mas depois de um tempo ela aparece lá em casa em um domingo a tarde e tocou nesse assunto novamente, mas como meus pais estavam em casa nada aconteceu. Como segunda ia leva ela de novo, eu fiquei todo animado mal via a hora…

Chegou segunda feira e ela estava mais gata que o normal (o que era difícil). Levei ela normalmente, só que já dava pra ver a cara de puta com o namorado, os dois brigaram feio, chegou o final da aula eu montei na moto, ela também e logo em seguida ela sentou passando a mão por baixo da minha camiseta, com uma leve arranhada… meu caralho ficou duro na hora, tinha uns 18 pra 19 anos não nega bala não.

Segui o trajeto normal, chegando na esquina de casa ela pede pra mim para lá que ela queria “conversar” comigo, e eu nada besta fingi que estava muito encima e parei na próxima esquina que era mais escura. Ela já percebeu logo, desceu da moto e foi falando:

Ela: eu não ia fazer isso, mas aquele trouxa vai me pagar.

No mesmo instante ela chegou pertinho de mim (eu estava escorado na moto de frente pra ela) e me deu um beijo, sem pensa duas vezes eu já puxei ela pra mais perto e segurei firme a cinturinha dela e beijava com vontade aquela boquinha rosadinha.

Comecei solta as mãos da cinturinha dela e pega na bundinha dela com as duas mãos… eu apertava firme, com sede, e ela só se entregava. apertava os peitinhos dela e ela só deixava rola… não me segurei e fui metendo a mão por baixo da blusa dela apertando aqueles biquinhos duros, ela tinha uns 18 anos e era uma delícia (ainda é).

Continue lendo “Comi minha vizinha novinha”